Carregando... Aguarde...
Home
AVES A VENDA
BOURKE
CABEÇA DE AMEIXA
CACATUA
CALOPSITA
CATARINA
ECLETUS
ESPLENDIDO
FORPUS
GRANDE ALEXANDRE
KAKARIKI
LORIS
MOUSTACHE
PAPAGAIO DO CONGO
RED RUMPED
RING NECK
ROSELAS
TURQUASINE

Newsletter


Rosela Caledonicus

rosela_caledonicus.jpg

Platycercus caledonicus (Gmelin 1788)

Inglês: Green Rosella
Português: Rosella Caledonicus


Mutação Canela


Distribuição: Tasmânia e algumas ilhas maiores em Bass Strait.

Descrição: Sua plumagem em geral vai do amarelo esverdeado ao amarelo, a testa é vermelha, tem uma marcação azul escuro na bochecha, atrás do pescoço, na parte mais alta das costas e as penas mais largas do ombro são enegrecidas com uma terminação irregular verde, o peito e o abdômen são amarelos, a parte mais alta da região coberta pelo rabo e a parte mais baixa das costas são esverdeadas, a região coberta pelo rabo é amarelada com marcações vermelhas, as penas medianas da parte de cima do rabo são verdes e as exteriores são azuis com manchas claras, o lado inferior é azul claro, o bico é cinza claro, o círculo ao redor dos olhos é estreito e cinza, sua íris é marrom e seus pés são cinzas escuros.

Comprimento: 37 cm.

Hábitat: Florestas, savanas com árvores, pastos, pomares, parques e jardins.

Status: Comum.

Hábitos: Andam normalmente aos pares ou grupos pequenos de 04 a 05 pássaros, bandos ocasionalmente maiores freqüentemente estão juntos a Platycercus e. diemenensis, jovens formam bandos de mais de 20 pássaros. Costumam se alimentar no chão, pouco ruidosos e sedentários, só migram entre altitudes em invernos severos, seu vôo é poderoso e é acompanhado por um chamado regular semelhante à de um Platycercus elegans jovem e diferente de outras espécies de Platycercus, não é ondulante, vôos mais longos o fazem a uma altura considerável e os mais curtos, próximo do chão.

Características: As rosellas pertencem à subfamília Platycercus, a qual faz parte da família dos Psitacídeos. As rosellas compreendem 07 espécies dentro de aproximadamente 12 gêneros. São aves extremamente alegres que dão vida a qualquer viveiro, costumam imitar determinados sons e músicas. Podem ser criadas com outras espécies em um mesmo viveiro, são agressivas apenas com outras rosellas. Não suportam vento e nem muito frio. No período de mudança da fase jovem para adulta ficam muito sensíveis e se não forem bem cuidadas podem morrer. Ao importarmos uma rosella ou um outro psitacídeo australiano de um país europeu, essas aves sairão do local onde nasceram que é relativamente frio (aprox. 20º C) e seco (aprox. 18%), e irão entrar em contato com germes de um ambiente quente (aprox. 27º/28º C), e úmido (aprox. 70%), em apenas 01 ou 02 dias de viagem. Isso somado ao estresse do transporte, desde o criadouro da Europa até o importador no Brasil, fará com que fiquem debilitadas e com baixa imunidade. Psitacídeos australianos tão populares na Europa, aqui se tornam frágeis e susceptíveis a doenças infecciosas. No entanto, as nascidas no Brasil são bastante resistentes, pois já estão bem aclimatadas.

    Não há nenhum produto nesta categoria.